Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

11
Fev15

Not a Call Girl


Uma linha de apoio ao cliente não é uma linha erótica.

Quando ligam para uma linha de apoio ao cliente, são atendidos por pessoas com formação académica que estão a trabalhar. E, trabalham com as mesmas ferramentas que os senhores do banco quando demoram meia hora a registar um cartão no 'sistema' mas, que vocês respeitam porque se impõem com uma gravata.

Apesar de, normalmente, os senhores do banco terem menos formação e não se terem dado ao trabalho de melhorar as suas competências, principalmente as informáticas porque são uns 'sortudos' de profissão reconhecida, vocês respeitam-nos!

Então, porque é que ao serem atendidos numa linha de apoio por uma voz feminina agem como uns canalhas?

Por acaso, quando entram no banco perguntam ao bancário: mostravas-me as mamas?

Descrevem o vosso estado de excitação intercalando-o com questões acerca da empresa, por saberem que ao fazê-lo apesar de estarem a ser uns porcos se o funcionário os recusar a atender será penalizado? 

Gemem ou chamam-lhe: 'Puta'?

 

 

 

 Obrigada, pelo seu contacto

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.