Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

24
Fev19

Ecos da I Revolução Industrial


 

'É certo que nestes locais de trabalho é mais próprio falar-se não de trabalho em cadeia, mas de trabalho em rede. Só que é suposto que as redes sejam sistemas de colaboração e não sistemas de exploração, “aranhas” telefónicas ou informáticas que, na “teia” mercantil e laboral que tecem, aprisionam económica ou socialmente as pessoas, quer estas sejam clientes/utentes do sistema, quer sejam seus trabalhadores.'

João Fraga de Oliveira in Público, 23 de Fevereiro de 2019

 

Ó Menina que é Ó Menina aproveita o fim-de-semana para ler o Público, informar-se de que o BE e o PS já se mexeram na apresentação de projectos de regulamentação do sector e pensar a I Revolução Industrial.

aqui

 

Votos de uma boa semana!

 

 

 

 

14
Fev19

É São Valentim. Dinamizemos


 

Então? Caros ó meninos? Como foi chegar ao call center , escritório ou repartição e perceber que os chefinhos resolveram dar cabo de duas ou três árvores só para enfeitar o barraco de corações e cupidos para vós? Hum?

Aposto que se vão sentir muito melhor quando sugerirem aos clientes que adiram à factura electrónica por questões ambientais.

Eu, se fosse patrão ficaria muito feliz ao pensar no aumento de produtividade que uma dinamização do 'Dia dos Namorados' me havia de trazer.

Que colaborador não fica feliz ao ser lembrado de 5 em 5 minutos que dada a escassez de vida social, provocada pelos horários rotativos e ausencia de folgas ao fim-de-semana, o único encontro que tem agendado para hoje é com um resto de vinho e os chocolates que sobraram do Natal? Hum?

 

 

Obrigada, pelo seu contacto.

 

04
Fev19

Quando ficamos atarantados porque os outros se perdem no que dizer e fazemos pior


 

- Bom dia, estou a ligar para dar seguimento ao pedido da senhora dona Titular, ela está?

 

- Não, ela não está presente.

 

- Então, qual é o melhor horário para falar com a senhora dona Titular?

 

- Pois, não sei. Morreu.

 

- Eu tento noutra altura.

 

Agora, que deixei um viúvo a reflectir acerca da minha capacidade de contactar com o além, vou só ali usar metade dos meus 24 minutos (3x8) de pausa para beber um daqueles cafés de máquina ranhosos que me vai deixar com o estômago irritado mas ajuda a despertar.

 

 

Bom dia, em que posso ser útil?

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Linha de apoio da Ó Menina

omenina@sapo.pt

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.