Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

A voz do cliente

ó menina, 30.07.19

 

- Ó Menina, quem me dera que todos os Meninos tivessem metade da sua assertividade. Metade! Ficava satisfeito com metade...

 

ps Caro cliente, dava-lhe metade de mim de boa vontade, evitava as idas ao ginásio e continuava a comer doces, mas não é assim tão simples... ainda assim, muito obrigada pelo seu contacto.

Overshoot day

ó menina, 29.07.19

Hoje, a humanidade terá esgotado os recursos naturais que o planeta é capaz de renovar em 2019, de acordo com a Global Footprint Network, organização internacional pioneira no cálculo da Pegada Ecológica.
A Pegada Ecológica contabiliza toda a área biologicamente produtiva necessária para suportar as necessidades de um individuo ou a população de uma dada região em termos de alimentação, fibras, produtos florestais, sequestração de carbono e área para infraestruturas. Atualmente, as emissões de carbono representam 60% da Pegada Ecológica da humanidade.
Nos últimos 20 anos essa data já se antecipou 3 meses, calhando a 29 de julho este ano, a data mais recuada desde que o planeta entrou em défice ecológico no início dos anos 70. Por outras palavras, atualmente, é exercida uma procura 1.75 vezes superior à capacidade de regeneração dos ecossistemas, ou seja, anualmente a humanidade usa os recursos equivalentes de 1.75 planetas Terra. A sobrecarga é possível porque estamos a esgotar o capital natural do nosso planeta, comprometendo ainda mais a capacidade regenerativa no futuro. Os custos deste excesso estão a tornar-se cada vez mais evidentes em todo o mundo, sob a forma de desflorestação, erosão dos solos, perda de biodiversidade e acumulação de dióxido de carbono na atmosfera, levando a alterações climáticas e a secas, incêndios e furacões cada vez mais graves.


O overshoot day português foi a 26 de Maio. 

Para saber mais clique aqui

How_many_Earths_2019_English_medium-768x1325.jpg

 

A experiência de trabalhar num call center é digna de um reality show de superação pessoal ou de sobrevivência.

ó menina, 24.07.19


"A experiência de trabalhar como «externalizado» num call center é digna de constar num qualquer roteiro de experiências aterrorizantes ou de um reality show de superação pessoal ou de sobrevivência."

 

Hugo Dionísio via AbrilAbril (aqui e ali ⬆️)

Não podia estar mais de acordo.

O resto do texto é extenso mas muito ilustrativo do sector. Não posso dizer que a minha experiência seja identica em todos os pontos mas cada call center é um call center. Reitera muito do que aqui já se falou e continuará a falar. Bastou que um de vós me dissesse que tinha abandonado os estereótipos e mudado a sua opinião acerca dos call centers para eu acreditar que vale a pena. 

Obrigada!

 

 

Rebanho

ó menina, 23.07.19

 

Individualmente há nos trabalhadores de Call Center seres inteligentes, criativos e talentosos (ou não fizesse eu parte deles, claro!) mas observados enquanto massa não passam de um rebanho desprovido de génio.

Há que quebrar preconceitos, deixar o todo e partir para o individual.

 

Zola by Ó Menina  após um raro dia de desencanto.

 

FB_IMG_1563918414632.jpg

Jean-luc Cornec, Telephone Sheep, (1989)

 

Obrigada, pelo seu contacto.

E depois da diversão... cagufa! Ou, de como somos negligentes com os nossos dados

ó menina, 22.07.19

Depois de se divertirem com a face app de envelhecimento, com que também eu me diverti no post anterior, os portugueses entraram em estado de alerta que é como quem diz cagufa.

Cagufa, porque ficaram com medo de que os Russos lhes roubassem os dados solicitados pela aplicação. Como se esses seres de cultura superior, a quem pedimos que guardassem naquela que deve ser a maior e melhor biblioteca de inéditos por publicar do mundo, a cave do Kremlin arquivos da PIDE/DGS algum dia, esses seres, nos fizessem isso. 

Claro que não, mas aproveitando o súbito interesse dos portugueses na protecção dos seus dados e, já agora o do Banco de Portugal que acabou de publicar uma lista de grandes devedores à banca sem nomes, para vos dar conta de algo que passou um pouco ao lado da maioria:

- No passado dia 01 de Junho o call center do Novo Banco passou para a Randstad. Os dados dos seus clientes passaram assim a ser disponibilizados a uma empresa que não está sujeita a sigilo bancário sem o consentimento ou conhecimento dos clientes.

Os novos funcionários do centro de atendimento do banco passam a ser recrutados e contratados pela Randstad, empresa de trabalho temporário. 

Não quero com isto aumentar o estado de alerta, ou cagufa em que se encontram mas fica a chamada de atenção. Pensamos que a precariedade, a falta de reconhecimento e a remuneração abaixo das qualificações nos Call Centers são problemas exclusivos dos que lá estão só que não, todos estamos expostos a estas empresas de outsourcing que só se importam com números e não querem saber de pessoas. 

Se a preocupação demonstrada com uma brincadeira de Facebook fosse demonstrada para este tipo de situação talvez a legislatura não terminasse com um trabalho tão  parco em matéria laboral.

 

Disponham sempre! 

 

Ó Menina porque sim

ó menina, 14.07.19

Sim, este blog deixou de exibir o título 'Call para as paredes' e passou a ter o título 'Ó Menina'.

Porquê? Perguntam vocês. 

Porque sim! Respondo eu que sou a Ó Menina que manda aqui. Porque sim e por várias razões que qualquer especialista em marketing pode explicar, não que isso tenha influenciado a decisão já que tenho, até ao momento, ignorado todos os emails com pedidos de parceria que me mandam. Ó Menina, mas também só te mandam emails para parcerias de viagens e tu não tens dinheiro para mandar cantar um cego quanto mais viajar mesmo que com um niquinho de despesas pagas? Atiram vocês sempre atentos e eu, que sou uma Ó Menina justa, remeto-me ao silêncio porque sei que têm razão.

O endereço do blog mantém-se porque algumas pessoas já o tinham guardado. E também podem seguir as publicações na página de Facebook (livro das caras) da Ó Menina.

A informação está dada. Se vieram para ler coisas mais ou menos interessantes mas com conteúdo e partilhar opiniões quiçá discutir passem ao post seguinte.

Obrigada!

 

Pág. 1/2