Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Aposto que já trabalhou num call center

ó menina, 14.05.19

 

Um judoca luso foi desqualificado porque deixou cair o telemóvel durante um combate. Não me perguntem como é que ele guardava o telemóvel num fato sem bolsos mas, aposto que ganhou o hábito de esconder o telemóvel na roupa quando trabalhava num barracão dos nossos.

Todos nós, Ó Meninos, somos mestres na arte de bem esconder um telemóvel, principalmente os que têm chefinhos que somam aos habituais impropérios que estamos habituados a ignorar de sorriso nos lábios a ameaça de que vão recolher os telemóveis, objectos pessoais com informação privada, à entrada do edifício e só os devolverão ao final do dia.  

No entanto, não podemos queixar-nos da tara que os chefinhos dos call centers têm com telemóveis, afinal até nos sentimos apreciados quando, após um ano de trabalho em que se atingem todos os objectivos e até se superam alguns sem uma única palavra de reconhecimento,  o chefinho mostra saber o nosso nome e o  grita efusivamente: Ó menino estás com o telemóvel na mão? quando sim estamos com o telemóvel na mão porque fomos verificar se tínhamos contactos num tempo morto algo que sempre fizemos no último ano e nunca afectou a nossa produtividade.

 

 

Quem mata quem

Quem mata quem

(hj há Conan na Eurovisão, boa sorte aos Ó Meninos que vão passar as próximas semanas a explicar a facturação de números de valor acrescentado usados para a votação)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.