Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

E depois da diversão... cagufa! Ou, de como somos negligentes com os nossos dados

ó menina, 22.07.19

Depois de se divertirem com a face app de envelhecimento, com que também eu me diverti no post anterior, os portugueses entraram em estado de alerta que é como quem diz cagufa.

Cagufa, porque ficaram com medo de que os Russos lhes roubassem os dados solicitados pela aplicação. Como se esses seres de cultura superior, a quem pedimos que guardassem naquela que deve ser a maior e melhor biblioteca de inéditos por publicar do mundo, a cave do Kremlin arquivos da PIDE/DGS algum dia, esses seres, nos fizessem isso. 

Claro que não, mas aproveitando o súbito interesse dos portugueses na protecção dos seus dados e, já agora o do Banco de Portugal que acabou de publicar uma lista de grandes devedores à banca sem nomes, para vos dar conta de algo que passou um pouco ao lado da maioria:

- No passado dia 01 de Junho o call center do Novo Banco passou para a Randstad. Os dados dos seus clientes passaram assim a ser disponibilizados a uma empresa que não está sujeita a sigilo bancário sem o consentimento ou conhecimento dos clientes.

Os novos funcionários do centro de atendimento do banco passam a ser recrutados e contratados pela Randstad, empresa de trabalho temporário. 

Não quero com isto aumentar o estado de alerta, ou cagufa em que se encontram mas fica a chamada de atenção. Pensamos que a precariedade, a falta de reconhecimento e a remuneração abaixo das qualificações nos Call Centers são problemas exclusivos dos que lá estão só que não, todos estamos expostos a estas empresas de outsourcing que só se importam com números e não querem saber de pessoas. 

Se a preocupação demonstrada com uma brincadeira de Facebook fosse demonstrada para este tipo de situação talvez a legislatura não terminasse com um trabalho tão  parco em matéria laboral.

 

Disponham sempre! 

 

23 comentários

Comentar post