Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

E se uma greve vos obrigar a alterar os planos para o Natal?

ó menina, 05.12.19

E se uma greve vos obrigar a alterar os planos para o Natal?

Ficais definitivamente alerta e solidários com as reivindicações do grupo de trabalhadores em luta, que podem vir a ser as vossas ou as dos vossos filhos? Ou, pelo contrário, maldizeis aqueles que estão a passar mais um Natal incerto, afastados dos seus e exaustos de tantas horas extra para que as vossas encomendas cheguem a horas e os vossos serviços estejam todos a funcionar?

Ireis voltar-vos contra aqueles que sem a greve nem a certeza de que estão a exercer a revolta necessária para conduzir a uma maior felicidade teriam ou ireis compreender?

Eu percebo que o Natal é uma época de reunião e partilha mas também é de consumismo e egoísmo. Acredito que devemos passar o Natal com a certeza de que a nossa festa não estraga a festa de outros. E não, não me refiro aos trabalhadores de Call Center de entregas ou serviços em greve. Refiro-me aos que não compram com antecedência, não subscrevem com antecedência, não esperam umas horas para reclamar serviços não urgentes...

s-l400.jpg

A greve intermitente decidida nos plenários dos trabalhadores de Contact Center prolonga-se até 22 de Dezembro.

Até essa data os trabalhadores das empresas abrangidas pelo pré-aviso podem fazer greve nos horários de maior trafego/fluxo de chamadas: 11h00 - 12h30; 15h00 - 16h30; 19h30 - 21h00.

20191205_111516.jpg

Manifestem-se, revoltem-se, sejam solidários, mas com o espírito certo. Planeiem com antecedência!

___________

Na primeira imagem, campanha da Bell Telephone System, que numa época em que as chamadas ainda necessitavam da ajuda de uma Menina, pediam aos utilizadores para telefonar noutro dia.

11 comentários

Comentar post