Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Like a Boss

ó menina, 12.06.19

Há qualquer coisa profundamente bafienta que ressoa no discurso de um 'chefe' ou qualquer superior desavisado, quando nos ataca com o discurso de lamento mas ao mesmo tempo laudatório para consigo mesmo do: Acham que eu tenho menos trabalho ou ganho mais do que vocês?
A lembrar o velho discurso salazarento: Portugueses, se soubesses o que custa mandar não invejarias a minha condição...

O facto é que não os invejo mas sei o que é uma hierarquia. Percebo que as pessoas se lamentem ao nível superior não compreendo, no entanto, que o façam no sentido inverso. Principalmente em sectores precários. Do que estão à espera? De uma resposta? 

Não é um fenómeno exclusivo dos call centers e certamente, não sou a única que fica à espera que um Ó Menino ou outro desabrido qualquer responda like a boss:

Caro chefe, por quem sois? Não invejo a vossa sorte mas se estais mal no vosso lugar colocai-o à disposição, é a única atitude digna que se espera de alguém com carácter minimamente bem formado. E se invejais, de facto, o meu lugar posso dar-vos o email da empresa de trabalho temporário que recruta semanalmente para lugares como o meu, acho que tens hipótese de ser seleccionado. Porque esperas? Esperas que a cadeira parta?

 

20190611_115108 (1).jpg

Pequena amostra do que se encontra numa procura de emprego online. Sugiro a experiência.

 

Disponham sempre, bosses!