Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

🚻 Para totós

ó menina, 02.01.20

Aproveitando-se de uma crescente vontade dos empregadores em controlar e monitorizar actos privados dos funcionários, uma empresa britânica tratou de patentear uma sanita desconfortável para que nenhum trabalhador passe mais do que 5 minutos na casa de banho.

Já falamos disso aqui, no post Pausa para 🚾 quando referi o documentário 'Time Thiefs' de Cosima Dannoritzer a publicação Hazards e a sua secção TOILET BREAKS onde dão espaço aos trabalhadores para denunciar situações em que o direito de ir à casa de banho lhes é sonegado ou em que se vêem penalizados por causa dele.

Estranho, sempre, que necessidades tão básicas e de todos sejam utilizadas para fins tão desonestos e ofensivos.

Portanto, não vá alguém lembrar-se de instalar uma sanita com inclinação de 13 graus, lá no barracão, muni-me da bibliografia necessária para saber tudo sobre as idas à casa de banho no local de trabalho. (Não vou traduzir o título! Procurem no Google!)

9781853757402.jpg

 

Oh, ora essa! Não precisam, agradecer...

 

 

9 comentários

Comentar post