Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Call para as paredes!

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

07
Jun15

Querido diário #


Hoje, quando saí do depósito onde nos guardam para roubar a alma, vi-me envolvida por nuvens negras, grossos pingos de chuva e raios, muitos raios. 

Pensei, finalmente Deus ouviu as minhas preces! Pediu ao Inferno que me levasse. Nunca mais volto aqui! 

Abri os braços e gritei: 

 

Um raio que me leve!

 

Infelizmente, estava enganada.

Nenhum raio me levou.

Cheguei a casa inteira.

No entanto, como sabes, o meu lema é: resiliência. Por isso, não desisti! Estou neste momento a escrever ao som de uma intensa trovoada, tenho vários equipamentos eléctricos ligados e uma, uma única janela aberta... 

A esperança é a última a morrer, o que só por si me dá algum alento, nós vamos antes dela. Acredito que se continuar a tentar me livro daquilo...

 

a tua, ó menina.

Comentários

Comentar

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.