Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Questões que me apoquentam #

ó menina, 22.06.16

 

Aquilo de o Cristiano Ronaldo entrar em campo isolado, cerca de 1 metro à frente dos colegas, é um favor que temos que prestar ao ego do senhor para ele jogar na selecção?

 

O mesmo senhor que fala no plural na publicidade da MEO (e só aí!) pedindo a 11 milhões de portugueses que o acompanhem não é capaz de partilhar o protagonismo com 10 companheiros de equipa?

 

ps Sim, o senhor é bom jogador e marcou, desta vez. Mas, só marcou porque lhe fizeram chegar a bola e não teve, ainda, um desempenho excepcional ou melhor do que outros jogadores neste europeu.

Eu preferia abdicar do melhor do mundo a fomentar tratamentos diferenciados naquilo que apoiamos acreditando ser um colectivo.

 

 

Obrigada, pelo seu contacto!

 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    ó menina 23.06.2016

    Parem de tratar a opinião dos outros como ofensa.
    Em nenhum momento o Ronaldo foi acusado de jogar mal aqui e a questão de existir tratamento diferenciados numa equipa seja ela qual for será sempre colocada por mim, por uma questão de princípio, independentemente do beneficiário desses tratamentos. Desejo que Portugal ganhe mas não assumo uma posição acritica por isso.
  • Sem imagem de perfil

    Cecília 23.06.2016

    em momento algum eu disse que tinha ficado ofendida, bolas! discussões saudáveis são debate de opiniões com paixão.
    ninguém aqui está ofendido e ninguém aqui quis ofender.
  • Imagem de perfil

    ó menina 23.06.2016

    A opinião dos outros não é 'bater no ceguinho' ainda mais quando é colocada de forma aberta e como questão. Quando me referia a ofensa não era ao comentário ou à comentadora, cara Cecilia, referia-me ao facto de para uma larga maioria não ser permitido colocar em causa, criticar ou questionar o senhor só porque é o CR7. Eu não o vejo de forma acrítica e não acho que lhe deva o que quer que seja, o senhor tem retorno económico mais do que suficiente (patrocínios, visibilidade...) pelo facto de estar na selecção não se pode queixar que os portugueses o critiquem pelo que faz mal.
    Continuo na minha nos últimos 10 anos devia ter sido substituído ou ficado no banco muitas vezes mas, não ficou porque mais do que o patriotismo impera o interesse económico de cada um, não me sinto representada por uma equipa que funciona assim.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.