Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Retrato do meu país

ó menina, 21.10.19

Para assinalar o Dia Europeu da Estatística, a 20 de outubro, a Pordata publica o Retrato de Portugal na Europa – Edição 2019

Um retrato que mostra Portugal como sendo o 3° País da Europa com maior percentagem de trabalhadores com contrato de trabalho temporário.

Alguns farão ouvir a sua voz gritando que muitos contratos, principalmente no sector dos call centers, passaram a termo incerto. Calarão, no entanto, que se mantêm contratos com empresas de trabalho temporário e têm num dos seus primeiros pontos a letras piquenas que a relação contratual entre Trabalhador e Empresa de Trabalho Temporário se destina exclusivamente a assegurar a prestação de serviços contratada pela Empresa 'major' que o trabalhador vai defender à Empresa de Trabalho Temporário em regime de Outsourcing. Ou seja, quando terminar a relação entre Empresa 'major' e a Empresa de Trabalho Temporário o trabalhador fica desempregado. Seria justo pensar que o trabalhador, dadas estas condições contratuais, conheça a data de fim do contrato de Outsourcing que levou à sua contratação mas a realidade não é essa.

Quem quiser conhecer mais características apresentadas neste retrato pode aceder aqui

 

Bom dia!

4 comentários

Comentar post