Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Se o arrependimento matasse

ó menina, 02.12.19

Não devia ter apagado todos os dados do meu recibo de vencimento, naquele calculado gesto de rebeldia que tive no dia da greve nacional dos call centers.

É certo que o objectivo principal se resumia a mostrar que o meu salário base é o salário mínimo nacional,contrariando as declarações dos responsáveis da APCC - Associação Portuguesa de Contact Centers, da qual só as empresas utilizadoras (que contratam os serviços de contact centers) fazem parte. Sim, eu, depois de ver os padeiros da santa terrinha condenados porque se associaram a fim de manter o preço da farinha no valor que lhes convinha  também não lhe chamaria associação... mas é o que temos e à sua afirmação de que os nossos salários são óptimos respondi com a publicação do recibo de vencimento.

Apaguei os meus dados, não sem que antes ponderasse deixar o NIB visível para recolher fundos generosos para as propinas, ideia que abandonei porque o Banco ficava com tudo em comissões e era contraproducente. Mas, agora, arrependo-me de não ter deixado a morada.

Se tivesse deixado a morada visível podiam enviar-me um bilhetinho para o Nick Cave.

Eu sei que não vos custava nada e vós sois generosos...

 

Weeping Song by Nick Cave & The Bad Seeds

2 comentários

Comentar post