Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Só podia ser falso

ó menina, 30.08.19

A polícia desmantelou uma rede criminosa que mantinha sequestrados jovens asiáticos a fim de burlarem pessoas na China, a partir de um call center instalado numa vivenda de luxo em Cascais.

Obviamente, era um Call Center falso.

Um call center para ser call center, em Portugal, não opera numa vivenda de luxo, opera num barraco com pulgas ou na melhor das hipóteses num edifício, intervencionado por Câmaras Municipais, cedido a empresas de trabalho temporário pouco empenhadas na manutenção dos espaços ou materiais. 

E, os comunicadores não estão sequestrados. Dava muito trabalho levar-lhes a comida! Se pudessem as empresas não se importariam de sequestrar uns quantos Ó Meninos mas como não podem, pagam-lhes qualquer coisinha para ir comer a casa. Pouco! Muito pouco, para evitar que se ponham com ideias de ir ao cinema, comprar um livro ... e para que voltem no dia seguinte submissos com álcool na carteira para desinfectar teclados, ratos e até mesmo headsets que partilham com outros comunicadores e para os quais, muitas vezes, nem esponjas individuais têm.

Bastavam 2 segundos e qualquer um de nós perceberia que aquilo não era um call center a sério. 

20190830_084625.jpg

Via Diário de Notícias, para ler aqui

 

6 comentários

Comentar post