Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Desde a última vaga de calor que não transpirava assim

ó menina, 29.04.16

 

Estive a fazer o IRS, já não transpirava, assim, desde a última vaga de calor.

 

Antigamente, pré-preenchiam os campos. Valores, códigos, entidades, fracções, blá, blá, blá ... estavam lá prontinhos para mim. Agora tive que colocar tudo manualmente e simular, validar, corrigir, simular, validar...

Estava mal habituada. Acho que foi isso que as finanças quiseram dizer-me - ó menina, esperar que mantenhamos a mínima eficiência é um bocadinho tonto, trabalha, paga e não bufes!

 

ps ao menos deu saldo positivo a meu favor, pequinito mas, deu!

 

Bons impostos, gente pobre e trabalhadora!

Aviso aos contribuintes

ó menina, 14.04.16

 

O número do CAT AT (centro de atendimento telefónico da Autoridade Tributária), o sítio onde trabalham as 'meninas' das finanças contratadas pelo estado através de um esquema de outsourcing manhoso, não é gratuito e nem sequer é das opções mais económicas que quem nos governa podia ter feito. Este mês deverá facturar muito, cobrando para prestar informações que deviam ser facultadas gratuita e proactivamente aos pobres idiotas que ainda pagam impostos, tipo eu...

Não sei onde é que essa informação é prestada pela AT pois numa visita rápida ao site não a vi.

Considerem-se avisados.

Não venham, depois, discutir com as 'meninas' das operadoras de telecomunicações o preço das chamadas (outra vez).

 

De nada. Agradecida!