Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

2 comentários

  • Imagem de perfil

    ó menina 15.05.2020

    Depende da capacidade económica dos pais que não tendo dinheiro para ensino privado ou extensões e ATL têm as crianças em casa permanentemente durante cerca de 3meses e no período escolar depois das 15h.
    E depende muito do trabalho, imagina que trabalhas num call center de apoio ao cliente, apoio técnico, controlo de créditos... Em que estavas agarrada à máquina (computador) por um headset 8 horas diárias com controlo de login (tempo de disponibilidade) feito à distância através de aplicações informáticas com a obrigatoriedade de ter 85% ou mais de tempo disponível para atendimento sendo que se tiveres menos te cortam no prémio - dá uns minutinhos de backoffice para tratar questões administrativas, trocar uns emails e 24 minutos de pausa (únicos em que te podes afastar do PC, cronometrados ao segundo), que para além disso as tuas chamadas continuam a ser monitorizadas e tu alertada para os barulhos que o cliente não pode ouvir... E, apesar de um dos pressupostos do teletrabalho ser que o descanso do trabalhador e da família deve ser respeitado pelo que acções de visita ou fiscalização por parte do empregador só podem ser feitas entre as 9h00 e as 19h00, imagina que tens que cumprir os horários que muitos destes trabalhadores estão a cumprir em casa: ex. 11h00-20h00 com uma hora de pausa para refeições entre as 15h00 e as 16h00 ou 12h00-21h00 com pausa 16h00/17h00 ou 13h00-22h00 pausa 17h00/18h00 nunca consegues comer com a família e quando te desligas já os teus filhos estão a dormir...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.