Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Teletrabalho, após 31 de Maio, Muito Cuidado

ó menina, 20.05.20

SINTTAV Alerta: Teletrabalho, após 31 de Maio, Muito Cuidado!

Para o SINTTAV - Sindicato Nacional dos trabalhadores das telecomunicações e audiovisual, o 'Teletrabalho veio aumentar a selva laboral'.
'Nesta situação do Teletrabalho, como resultado da "selva laboral" que se vive na generalidade das ETT/Outsourcing, onde a repressão é o "pão de cada dia", nalguns casos a partir das(os) "capatazes" nos locais de trabalho, o medo está instalado e os trabalhadores para não correrem o risco de perder o emprego que embora seja mau, é a sua fonte de rendimento, sujeitam-se a muitas situações inadmissíveis em situação laboral normal.
(...)
O governo já comunicou que a partir de 31 de Maio, cessa a obrigatoriedade de Teletrabalho e volta a ser como antes, ou seja, este só se pode realizar desde que exista um acordo escrito entre o patronato e o trabalhador. O SINTTAV alerta os trabalhadores, dizendo que todos os cuidados são poucos e recomenda que nenhum trabalhador assine qualquer acordo sem consultar o sindicato.
Para o SINTTAV, se as empresas querem Teletrabalho, que se disponibilizem a Negociar um Acordo Global com o nosso sindicato.'

O alerta vem do SINTTAV e refere-se em especial aos trabalhadores de ETT/OUTSOURCING mas estende-se a todos os trabalhadores de todos os sectores e PMEs que queiram aproveitar a oportunidade que a pandemia lhes deu de perceber que os trabalhadores afinal não são uns irresponsáveis preguiçosos, até produzem em casa evitando, às empresas, despesas de água, electricidade e outras que passaram para o trabalhador já que aproveitaram a ausência na lei quanto à forma de cálculo usada para reembolsar o trabalhador das mesma para passar aos trabalhadores a ideia de que, dada a excepcionalidade da pandemia, reclamar esse valor é ser picuinhas e não vestir a camisola.

A vontade que as empresas expressam em passar para o Teletrabalho pode ser a oportunidade de muitos trabalhadores terem o que, até aqui, a ausência de contratação colectiva e o não reconhecimento como profissão (caso dos trabalhadores de Call Center) lhes tem negado. A oportunidade de participar do processo, ter voz, definir as suas condições de trabalho para o futuro. Daí que seja importante o 'Contrato Global'.

Reúnam-se com os vossos colegas, sindicalizem-se, consultem o vosso sindicato, seja ele qual for, ou um advogado especialista em trabalho.

Tenham cuidado e por uma vez não desperdicem a oportunidade de participar na definição do vosso futuro laboral e do futuro dos que venham a integrar o vosso grupo.

Lembrem-se que para os trabalhadores em conflito com a empresa pode ser uma oportunidade de o resolver, através de uma boa negociação.

Não desperdicem o timing!

 

assedio-moral-01.png

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    ó menina 22.05.2020

    Verdade, é importante estar atento.
    Bom fim-de-semana!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.