Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Ó Menina

Notas de uma menina que, por acaso, trabalha num call center

Tempo de Mudar

ó menina, 25.06.19

Mais uma vez os 'Ó Meninos' dos call centers do projecto EDP da Randstad mostraram como se deve comportar um grupo de trabalhadores unidos que compreendem que um dos princípios da luta laboral é a solidariedade. Ontem, dia 24-06-2019, levaram a cabo uma greve que contou com 90% de adesão.

 

Em 2010, a Randstad apresentava-se como uma alternativa de confiança. Uma marca que chegava depois da Select e da Vedior para mudar o panorama laboral. Cheia de actores sorridentes como os dos bancos de imagens onde vai buscar o sorriso que os colaboradores supostamente exibem quando pensam que trabalham para a Randstad Portugal. Em vez desses sorrisos deviam filmar ou fotografar a cara dos trabalhadores quando respondem a inquéritos internos sobre a sua satisfação laboral. Melhor ainda seria filmá-los enquanto respondem a inquéritos alegadamente anónimos sobre a sua confiança na empresa esse gigante de lucros anuais a rondar os 500 milhões de euros mas que pratica salários base que não garantem ao trabalhador uma subsistência mínima, digna e sem o jugo de quem está permanentemente no limiar da pobreza (sim, o salário minimo nacional é uma merda!).

 

Não se esqueçam do sorriso na voz, Ó Meninos! Não quero que sejam despedidos...

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.